O Leão que Aperta - atividade para crianças com autismo

16/06/2014

Veja aqui mais uma ideia de atividade para crianças com autismo com o objetivo de estimular o contato visual (olhar nos olhos) e a começar a interagir com um adulto em uma atividade de 2 minutos ou mais – habilidades fundamentais para o desenvolvimento social. A atividade sugerida é simples para se aplicar e também está entre as favoritas de nossas crianças!

Interesses

Ter partes do corpo apertadas (massagem de forte pressão), cócegas, animais do zoológico, onomatopeias, movimentos corporais exagerados.

Metas Principais

Estimular o contato visual – olhar por 1 a 2 segundos por vez para iniciar e manter a interação com parceiros conhecidos e responsivos. Desenvolver atenção compartilhada de 2 minutos ou mais.

Ação Motivadora (o papel do adulto)

Animando o fantoche do leão nas mãos, o adulto imita os trejeitos e sons do animal enquanto aperta as mãos da criança.

Solicitação (o papel da criança)

Olhar nos olhos do adulto para demonstrar que está interessada em receber mais da ação motivadora realizada na atividade interativa.

Preparação da Atividade

Você poderá confeccionar em E.V.A. ou feltro os fantoches dos animais que a sua criança mais gosta. Caso a criança tenha bichos de pelúcia dos animais, poderá utilizá-los como fantoches. Se o fantoche puder mexer e abrir a boca, a atividade ficará ainda mais divertida.

Estrutura da Atividade

Com o fantoche do leão em uma das mãos, você avisa para a criança que agora o leão virá brincar com ela. Você imita os sons e os trejeitos do animal para motivar a criança a olhar para você e não apenas para o fantoche do leão. Com movimentos corporais exagerados e variação na entonação de voz, você anuncia para a criança que está prestes a apertar as mãos ou os braços dela. Se a criança então permitir a aproximação do adulto, este aperta as mãos dela sem solicitar nada em troca, apenas agradecendo a criança por ter permitido a aproximação. Começa assim uma atividade cíclica, onde o adulto faz a ação motivadora por alguns minutos, dá alguns passos para trás, faz suspense e de forma previsível avisa a criança que “o leão vai apertá-la” novamente. Cada vez que a criança olha espontaneamente para o adulto – mesmo por breves momentos – este comemora a iniciativa dela e intensifica a ação do leão, ressaltando que é o olhar que move o leão para apertar as mãos. Quando a criança estiver motivada pela atividade (sorrindo, puxando os seus braços ou o leão na direção dela) dê alguns passos para trás, anuncie que vai “apertá-la”, mas espere até que ela olhe em seus olhos. Se ela não olhar, solicite gentilmente que ela olhe para demonstrar que deseja mais de sua ação. Espere pelo olhar da criança e então comemore o olhar e volte a agir como o leão.

Variações

Caso a criança não tenha interesse por animais do zoológico, mantemos a estrutura da atividade original e modificamos o personagem de acordo com o seu interesse, por exemplo, utilizando o fantoche da Peppa Pig, de um personagem dos Monstros S.A. ou imitando personagens como bruxa e pirata para realizar a ação de “apertar” as mãos.

Para ajudar sua criança a manter-se interessada e motivada pela atividade, podemos ampliar os locais apertados pelo bicho ou personagem, como por exemplo, braços, pernas, pés, costas, barriga, etc.

Quando a criança estiver muito motivada e já tiver adquirido um período médio de atenção compartilhada de 2 minutos, poderemos ajudar a criança a permanecer na atividade interativa por 6 minutos ou mais. Uma estratégia para prolongar a atividade seria inserir outros bichos além do leão para apertar-lhe as mãos, todos oferecendo a mesma ação motivadora de apertar. Para a criança ter a previsibilidade do que irá acontecer e sentir-se segura para interagir, é importante que antecipemos para ela qual será o próximo animal a apertá-la, por exemplo: “Agora quem vai apertar é o macaco!” ou “O macaco aperta”.

Quando estivermos ajudando a nossa criança a desenvolver um período médio de atenção compartilhada de 12 minutos, poderemos aumentar a complexidade da estrutura trazendo diversos bichos, e cada um oferecer uma ação motivadora diferente para a criança, como por exemplo, o urso que aperta a criança, o macaco que faz cócegas, o elefante que faz carinho, o cavalo que a leva para passear nas costas. É importante sempre anteciparmos para a criança o momento em que estamos prestes a alternar o bicho, por exemplo: “Agora quem vem é o macaco que faz cócegas!”. Após demonstrar para a criança o que cada bicho faz, você pode convidá-la a escolher qual bicho (e sua ação motivadora correspondente) ela deseja em seguida.

Ao oferecer esta atividade, se a criança não permitir a ação de apertá-la, podemos utilizar a estrutura da atividade e realizarmos outra ação motivadora, por exemplo, uma outra forma de massagem, cócegas ou uma “formiguinha” que sobe nas pernas dela.

Por Graziela Tinti e Mariana Tolezani

Esta e as outras atividades interativas apresentadas no site da Inspirados pelo Autismo foram desenvolvidas para promover o desenvolvimento de pessoas com características do autismo e sua vizualização é universal e gratuita. Porém, todos os materiais presentes neste site são protegidos por leis de direitos autorais. Para reproduzir qualquer parte do material do site, solicitamos que o nome Inspirados pelo Autismo e o link do site www.inspiradospeloautismo.com.br sejam inclusos na apresentação do material compartilhado.

Compartilhe com um amigo ou colega nas mídias sociais a seguir:

Deixe um comentário
O Sapo Saltador – atividade para crianças com autismoShow de talentos – uma atividade lúdica para crianças com autismo
Todos os comentários ( 4 )
  • Avatar
    Jenaide Mendes B; dos Santos
    17/06/2014 em 4:54 pm

    Já brinco dessa forma com meus alunos. Fico feliz por estar indo no caminho certo.

    Resposta
  • Avatar
    Ana. Carla Vieira Braga
    09/06/2015 em 11:03 am

    Adorei as atividades sugeridas !!! Parabéns !!!

    Resposta
  • Avatar
    Margarida Braga
    21/03/2016 em 7:01 pm

    Exmo SenhoresSou professora trabalho com alunos surdos, mas adoro trabalhar com crianças com autismo. Sou portuguesa e gostava de adquirir algum material vosso e se possível […] Leia maisExmo SenhoresSou professora trabalho com alunos surdos, mas adoro trabalhar com crianças com autismo. Sou portuguesa e gostava de adquirir algum material vosso e se possível fazer um curso online. Fiquei encantada com o vosso material. Qual o valor para adquirir o vosso material e algum curso online.Aguardo informação.Margarida Braga Leia Menos

    Resposta
    • Avatar
      loft44
      @Margarida Braga
      06/04/2016 em 5:45 pm

      Olá Margarida,Agradecemos pelo interesse em nossa abordagem.Gostaríamos de lhe recomendar a realização de uma consultoria virtual com a Mariana Tolezani.Nossas consultas virtuais proporcionam […] Leia maisOlá Margarida,Agradecemos pelo interesse em nossa abordagem.Gostaríamos de lhe recomendar a realização de uma consultoria virtual com a Mariana Tolezani.Nossas consultas virtuais proporcionam às famílias e profissionais uma personalizada, detalhada e cuidadosa orientação à distância.Enviamos ao seu endereço de email mais informações sobre esse serviço.Será um prazer apoiá-la no desenvolvimento das crianças com autismo em Portugal!Atenciosamente, Equipe Inspirados pelo Autismo Leia Menos

      Resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informativo da Inspirados pelo Autismo

E-mail (obrigatório):

Nome:

Sobrenome:


FamiliarProfissional/ estudante da área de saúdeProfissional/ estudante da área de educaçãoOutro

Próximos cursos da Inspirados pelo Autismo:
Curso dinâmico e prático

“Finalmente encontrei um curso sobre autismo que atendeu minhas expectativas. Foi ministrado numa linguagem acessível, de forma dinâmica e prática, no qual assimilei um aprendizado que já me habilitou a lidar com o autismo.”

Ilza Correia, pedagoga
Curso sobre autismo.
Informações claras

“Informativo, interativo, responsivo e dinâmico. Curso muito organizado, bem estruturado, com informações claras e demonstrações muito sensibilizantes. Aporte teórico demonstrado na prática a todo o momento, facilitando o entendimento.”

Daniele Gomes, coordenadora pedagógica
Curso sobre autismo.
Inovador, prático e inspirador
“Inovador, prático, inspirador, conteúdo bem completo, considerando a amplitude das características do autismo.”
Yvina Baldo, professora e mãe
Curso sobre autismo.
Compreender o mundo do autismo
“Inspirador, me fez compreender o mundo do autismo (do meu filho) melhor, me deu força, esperança e me tirou do papel de expectadora, me abriu portas para um mundo diferente, me fez ter outros olhos e me deu o poder de fazer a diferença na vida do meu filho. Fiquei muito feliz de ter participado do curso e indico para todos os profissionais e familiares de pessoas com autismo.”
Danielle Speranza, mãe
Curso sobre autismo.
Aprender através de atividades prazerosas
“Como uma grande oportunidade de aprender, conhecer e desenvolver nossa sensibilidade de forma com que possamos auxiliar nossas crianças ou adultos com autismo a encontrar prazer em interagir socialmente, em brincar, aprender através de atividades lúdicas, interativas e prazerosas para ambas as partes. Vale a pena! É incrível!”
Fabrícia Corrêa Elias, professora
Curso sobre autismo.
Uma experiência fantástica
“Uma experiência fantástica, rica em conhecimento, informação. Superou minhas expectativas, realmente muito bom e proveitoso.”
Ellen Rolim, fonoaudióloga
Muito esclarecedor e motivador
“Fantástico, muito esclarecedor e motivador. Você sai do curso com vontade de chegar em casa e aplicar tudo que aprendeu.”
Lucia Sangiacomo, mãe