Dicas para as férias com sua criança com autismo

06/01/2016

As férias estão aí e com elas uma valiosa oportunidade para passar mais tempo com a sua criança com autismo e ajudá-la em seu desenvolvimento. Mas, como aproveitar esse tempo juntos em família?

A Equipe da Inspirados pelo Autismo preparou algumas dicas para compartilhar com você, seus familiares e amigos. Leia abaixo as nossas sugestões:

Antecipe e explique as mudanças na rotina

Sinalize as mudanças na rotina, antecipe as atividades planejadas para as férias e utilize apoios visuais para facilitar o acompanhamento da passagem do tempo.

Por exemplo, você poderá usar um grande calendário onde você e a criança poderão sinalizar o começo e o fim das férias, assim como poderão marcar as atividades planejadas, os eventos especiais, as viagens ou a visita de familiares e amigos.

Rearranje a sua casa

Como a sua criança se comporta em casa? Guarde alguns minutos das férias para observar como a criança circula pela casa, quais são os seus objetos e espaços prediletos, quais são os locais onde ela demonstra incômodo ou que poderiam tornar-se mais seguros e agradáveis para ela.

Algumas crianças com autismo demonstram hipersensibilidade e tendem a se sentir mais tranquilas e confortáveis em ambientes com menos estímulos visuais, auditivos, olfativos, etc. Logo, vocês poderão promover uma arrumação ou revisão dos objetos da casa, retirando os itens que gerem estímulos desnecessários e, conforme a necessidade, separando os objetos que não estão sendo utilizados para quem sabe, doá-los ou acomodá-los em outra parte da casa.

Veja mais dicas sobre como criar um ambiente responsivo para sua criança com autismo em nosso site.

Leia também sugestões de brinquedos e materiais para a sua criança com autismo em nosso site.

Explore novos territórios

Reserve alguns momentos das férias para observar como a sua criança se comporta nos diversos locais por onde vocês passarem: quais estímulos sensoriais mostram-se mais benéficos à criança? Quais são os lugares e atividades favoritos da criança? Quando ela pode escolher, onde e com que objetos e brinquedos ela brinca?

Estas observações serão valiosas para você poder oferecer à sua criança atividades e visitas aos locais onde ela se sente mais tranquila e motivada. Nesse ambiente de maior tranquilidade, você terá mais chances de aproveitar o seu tempo livre junto da criança, assim como de realizar atividades lúdicas com ela.

Trabalhe metas que se beneficiam de maior tempo em casa no recesso escolar

Você poderá aproveitar as férias escolares e o maior tempo disponível na rotina para trabalhar metas ligadas às habilidades de vida diária como: o uso do vaso sanitário; vestir-se; escovar os dentes; tomar banho; a introdução de novos alimentos; a organização contínua dos objetos, roupas e brinquedos no quarto; o desenvolvimento de habilidades específicas de comunicação; etc.

Esta recomendação funciona melhor para pessoas que terão um período de férias em casa com a criança (caso você esteja viajando com a criança nesse momento, recomendamos que você foque nas metas com maior grau de dificuldade após voltarem para casa, quando a criança já se sentir novamente adaptada ao lar).

Leia em nosso site dicas para o uso do vaso sanitário, a introdução de novos alimentos e o desenvolvimento da comunicação.

Crie mais oportunidades de interação social

Caso a sua criança já esteja em um estágio de desenvolvimento mais avançado, vocês poderão convidar uma outra criança para sessões a três no quarto de brincar. Se você conhece outras crianças que mostram-se responsivas, respeitosas e interessadas pelo seu filho (a), vocês poderão organizar lanches coletivos, sessões de brincadeiras e jogos em casa.

Caso a sua criança demonstre conforto durante uma viagem de férias, você poderá adaptar um ambiente no local em que estiver hospedado e, notando que a sua criança apresenta abertura para que sejam convidadas outras pessoas, buscar a aproximação com uma criança com quem seu filho (a) demonstre afinidade.

É muito importante antecipar e explicar ao seu filho (a) sobre o que você está planejando realizar com a nova criança. Você poderá ajudar a criar um clima descontraído identificando previamente as brincadeiras, brinquedos, personagens ou atividades que as duas crianças apreciam em comum. Um adulto facilitador pode iniciar uma atividade que seja de interesse das crianças e, após elas terem compreendido a dinâmica da brincadeira, ir se afastando aos poucos, permanecendo nas proximidades sempre atento à necessidade de uso do toalete, alimentação, mediação social, etc.

Recomendamos que as sessões envolvam, inicialmente, a criança com autismo e mais uma criança, além do adulto facilitador. Crianças com autismo que estejam em estágios mais avançados de desenvolvimento poderão ter duas crianças ou dois adultos facilitadores interagindo na brincadeira.

Traga ideias de novas atividades

O tempo livre nas férias poderá ser útil também para observar e experimentar novas atividades em família. Você pode mostrar à criança imagens ou vídeos que a ajudem a compreender estas novas atividades e então observar se ela demonstra interesse em participar delas.

Algumas ideias são: preparar receitas de um livro de culinária; encenar cenas de filmes; criar jogos de tabuleiro; confeccionar jogos de cartas; organizar expedições de bicicleta ou a pé em parques, praças, sítios ou fazendas; aprender a tocar instrumentos musicais; cantar com a família no estilo karaokê, etc.

Treine seus familiares e amigos para lhe ajudarem a encenar situações sociais modelo

Você poderá também ser um excelente modelo social para ajudar a sua criança, de forma alegre e divertida, a aprender como agir em algumas situações corriqueiras do cotidiano. Por exemplo, conhecemos muitas crianças que têm dificuldades para tomar a iniciativa, iniciar interações sociais e brincadeiras, lidar com imprevistos e com mudanças ou com o fato de não “ganharem” sempre nos jogos e atividades.

Você, sua família e amigos poderão criar situações engraçadas durante as férias em que, propositadamente, um membro do grupo depare-se com uma mudança, ou fique em “segundo lugar” em alguma brincadeira, e, mesmo assim, consiga controlar suas emoções e frustrações e reagir de uma maneira positiva.

Lembre-se: você ou algum dos outros adultos presentes serão o modelo nessas situações, e a criança apenas observará a sua reação, aprendendo, desta forma, pela sua experiência, como ela poderá agir nessas situações. Você poderá aproveitar a visita e a presença de amigos e familiares para encenar as situações sociais modelo, e, de forma indireta, contribuir para o desenvolvimento social de sua criança.

Celebre a sua criança 

Aproveite que você e a sua criança poderão passar mais tempo juntos para observar as características, as qualidades e o empenho que sua criança demonstra em seus pequenos olhares, gestos e atitudes. Aprecie de forma sincera e amorosa todos os aspectos positivos que você notar e aproveite as férias para rechear com amor, carinho e paciência a convivência entre vocês.

Conte para a gente o que você tem feito nessas férias com a sua criança! Boa diversão!

Participe de um de nossos cursos sobre como promover o bem-estar e o desenvolvimento de pessoas com autismo.

Educação inclusiva para pessoas com autismo - banner 2

Compartilhe com um amigo ou colega nas mídias sociais a seguir:

Postagens Relacionadas

Como ajudar uma criança com autismo a tomar banho
7 junho, 2019

A hora do banho pode ser um momento divertido e gostaríamos de ajudar você e a sua criança, adolescente ou adulto com autismo nesta tarefa. Leia abaixo algumas ideias e recomendações que podem ser úteis para ajudar uma criança com autismo a tomar banho: Facilite a transição da criança com autismo para […]

Leia mais
Pesquisa comprova que participação dos pais é essencial para a linguagem de crianças com autismo
19 fevereiro, 2018

Os pais podem ajudar a criança com autismo a se comunicar mais A ideia de levar o seu filho ao consultório do fonoaudiólogo ou ao profissional especializado na promoção das habilidades de comunicação de pessoas com autismo e esperar do lado de fora, sem saber o que se passa na […]

Leia mais
Como ajudar pessoas com autismo a lidar com o barulho de fogos de artifício
2 fevereiro, 2018

A equipe da Inspirados pelo Autismo recebeu a seguinte pergunta, ‘Meu filho de 4 anos entra em crise com fogos de artifício. O que posso fazer nesse momento e como posso ajudá-lo a longo prazo?’ Assista ao vídeo com a resposta da psicóloga e consultora da Inspirados pelo Autismo, Giovanna […]

Leia mais
Deixe um comentário
Dicas para festas de fim de ano para pessoas com autismo – parte 1Como ajudar crianças com autismo a fazer uma viagem
Todos os comentários ( 6 )
  • Avatar
    Vânia Guatimosim Rodrigues Font
    06/01/2016 em 6:20 pm

    Inspirados pelo Autismo é um canal de descobertas de novas ações. Parabéns pela abordagem dos assuntos e as dicas que são extremamente inovadoras e que […] Leia maisInspirados pelo Autismo é um canal de descobertas de novas ações. Parabéns pela abordagem dos assuntos e as dicas que são extremamente inovadoras e que fazem toda a diferença nas ações do dia-a-dia dos familiares e profissionais que estão envolvidos com as crianças Autistas.Vânia Guatimosim Rodrigues Font Psicopedagoga Leia Menos

    Resposta
    • Avatar
      Inspirados pelo Autismo
      @Vânia Guatimosim Rodrigues Font
      07/01/2016 em 4:43 pm

      Olá Vânia,Nós da Equipe da Inspirados pelo Autismo gostaríamos de agradecê-la pelo fantástico e carinhoso depoimento elaborado sobre a nossa abordagem e o trabalho […] Leia maisOlá Vânia,Nós da Equipe da Inspirados pelo Autismo gostaríamos de agradecê-la pelo fantástico e carinhoso depoimento elaborado sobre a nossa abordagem e o trabalho que estamos desenvolvendo.Enviamos ainda a seguir (caso você não tenha acessado anteriormente) links para outros conteúdos disponíveis em nosso site e que poderão ajudar você e a sua equipe a utilizar os princípios de nossa abordagem para trabalhar com as pessoas com autismo:Texto sobre o uso do estilo responsivo na escola:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/a-abordagem/o-estilo-responsivo-na-escola/Atividade para desenvolver a leitura, a escrita e a motricidade fina:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/atividade-para-desenvolver-a-leitura-a-escrita-e-a-motricidade-fina/Como ajudar uma criança com autismo a ler e escrever:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/como-ajudar-uma-crianca-com-autismo-a-ler-e-escrever/Cartaz com 15 ideias para projetos de inclusão de alunos com autismo:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/cartaz-com-15-ideias-para-projetos-de-inclusao-de-alunos-com-autismo/Como ensinar matemática para crianças com autismo:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/como-ensinar-matematica-para-criancas-com-autismo/Material de apoio visual para ajudar crianças a usar o vaso sanitário:http://www.inspiradospeloautismo.com.br/material-de-apoio-visual-para-ajudar-criancas-a-usar-o-vaso-sanitario/Atenciosamente, Equipe Inspirados pelo Autismo Leia Menos

      Resposta
  • Avatar
    MARIA DILCILETE DE LIMA GUIMARÃES
    22/01/2016 em 12:44 am

    Obrigada por nos ajudar a cuidar de nossas crianças!

    Resposta
  • Avatar
    Ejun Caroline
    29/06/2016 em 3:27 pm

    Nossa eu amo esse site, é direto e esclarecedor. Me ajuda muito com minha filha, as vezes fico perdida de como ajudá-la e aqui além […] Leia maisNossa eu amo esse site, é direto e esclarecedor. Me ajuda muito com minha filha, as vezes fico perdida de como ajudá-la e aqui além de vcs nos darem o material como as imagens do uso do banheiro ainda orienta passo a passo de como usá-lo com a criança.... Muito obrigada ? Leia Menos

    Resposta
  • Avatar
    Maria aparecida
    03/01/2017 em 11:26 am

    Ainda não tenho um laudo e sim suspeitas,tou perdida mas o pior já passou,tenho muita dificuldade de lidar com o pedro fora de casa,ele tem […] Leia maisAinda não tenho um laudo e sim suspeitas,tou perdida mas o pior já passou,tenho muita dificuldade de lidar com o pedro fora de casa,ele tem 4 anos e meio não se comunica muito bem,nao tá na escola e esse site tá mim dando uma visão Obrigado. Leia Menos

    Resposta
  • Avatar
    Sandra Valle
    13/01/2017 em 4:07 pm

    Amo esse site, Parabéns... ótimos artigos e postagens.

    Resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informativo da Inspirados pelo Autismo

E-mail (obrigatório):

Nome:

Sobrenome:


FamiliarProfissional/ estudante da área de saúdeProfissional/ estudante da área de educaçãoOutro

Próximos cursos da Inspirados pelo Autismo:
Curso dinâmico e prático

“Finalmente encontrei um curso sobre autismo que atendeu minhas expectativas. Foi ministrado numa linguagem acessível, de forma dinâmica e prática, no qual assimilei um aprendizado que já me habilitou a lidar com o autismo.”

Ilza Correia, pedagoga
Curso sobre autismo.
Informações claras

“Informativo, interativo, responsivo e dinâmico. Curso muito organizado, bem estruturado, com informações claras e demonstrações muito sensibilizantes. Aporte teórico demonstrado na prática a todo o momento, facilitando o entendimento.”

Daniele Gomes, coordenadora pedagógica
Curso sobre autismo.
Inovador, prático e inspirador
“Inovador, prático, inspirador, conteúdo bem completo, considerando a amplitude das características do autismo.”
Yvina Baldo, professora e mãe
Curso sobre autismo.
Compreender o mundo do autismo
“Inspirador, me fez compreender o mundo do autismo (do meu filho) melhor, me deu força, esperança e me tirou do papel de expectadora, me abriu portas para um mundo diferente, me fez ter outros olhos e me deu o poder de fazer a diferença na vida do meu filho. Fiquei muito feliz de ter participado do curso e indico para todos os profissionais e familiares de pessoas com autismo.”
Danielle Speranza, mãe
Curso sobre autismo.
Aprender através de atividades prazerosas
“Como uma grande oportunidade de aprender, conhecer e desenvolver nossa sensibilidade de forma com que possamos auxiliar nossas crianças ou adultos com autismo a encontrar prazer em interagir socialmente, em brincar, aprender através de atividades lúdicas, interativas e prazerosas para ambas as partes. Vale a pena! É incrível!”
Fabrícia Corrêa Elias, professora
Curso sobre autismo.
Uma experiência fantástica
“Uma experiência fantástica, rica em conhecimento, informação. Superou minhas expectativas, realmente muito bom e proveitoso.”
Ellen Rolim, fonoaudióloga
Muito esclarecedor e motivador
“Fantástico, muito esclarecedor e motivador. Você sai do curso com vontade de chegar em casa e aplicar tudo que aprendeu.”
Lucia Sangiacomo, mãe