Como fortalecer um vínculo com sua criança com autismo

09/11/2015

Ao fortalecer o vínculo com sua criança com autismo você poderá ajudá-la ainda mais a desenvolver as suas habilidades de comunicação e interação social.

Veja abaixo três passos simples para você sentir maior apreciação em suas interações e construir ou fortalecer um vínculo com sua criança com autismo:

Primeiro passo

Observe a atividade favorita de sua criança (uma atividade que não apresente comportamentos indesejados como choro, gritos, agressões, destruição de materiais ou qualquer atividade que ponha em risco a integridade física da pessoa, de outros ou dos materiais). Ela gosta de alinhar objetos, pular na cama, rodar em círculos, fazer sons com sua boca ou com objetos, desenhar, construir uma torre, falar sobre dinossauros ou sobre algum personagem? Observe a atividade e faça com ela. Corra com ela, pule, deite-se no chão e alinhe os carros com ela. Se ela estiver utilizando objetos na atividade e não quiser compartilhá-los com você, encontre objetos similares para utilizá-los da mesma forma que ela. Faça o que ela estiver fazendo mesmo que a atividade pareça uma tolice sem propósito. Se ela quiser a sua ajuda, a ajude! A princípio, não tente guiar ou direcionar, apenas siga a criança.

Segundo passo

Enquanto você acompanha a criança na atividade dela, procure envolver-se genuinamente com a atividade. Desapegue-se de quaisquer outros pensamentos para que você possa estar “presente” na atividade. Não pense no que as outras pessoas iriam pensar se elas vissem você correndo e balançando as suas mãos. Permita-se brincar como a sua criança! Se você não consegue ou não se sente à vontade para fazer exatamente o que ela faz, faça o que você conseguir ou se sentir à vontade para fazer. Por exemplo, se você está com a perna machucada e a criança está pulando na cama elástica, você pode acompanhá-la do lado de fora da cama elástica balançando seu corpo e braços no mesmo ritmo que ela. O importante é estar confortável na atividade.

Terceiro passo

Uma vez envolvido na atividade, comece a procurar uma forma de apreciar esta experiência e a criança que você está acompanhando. Você pode notar o entusiasmo de sua criança e sentir-se grato por ela ter encontrado uma atividade que ela claramente gosta. Você pode prestar atenção aos estímulos sensoriais interessantes ou prazerosos que a atividade traz para você – o que você sente no seu corpo ao fazer a atividade, como você vê as coisas durante a atividade, ou algum som que você ouve. Você pode sentir-se grato pela companhia da criança. Encontre algo em relação a esta atividade que você consegue genuinamente apreciar. Daí foque neste sentimento de apreciação enquanto você continua a seguir sua criança. Esteja consciente de como você se sente neste estado de apreciação e gratidão enquanto você acompanha sua criança na atividade escolhida por ela.

Que tal experimentar os três passos acima com a sua criança e depois contar para a gente como você se sentiu? Acha que essas dicas podem ser úteis para os seus familiares e amigos? Então, ajude-nos a compartilhá-las pelas redes sociais clicando nos ícones abaixo.

Quer aprender mais sobre a abordagem relacional, lúdica e motivacional da Inspirados pelo Autismo para ajudar a sua criança com autismo? Participe de nossos cursos e aprenda mais estratégias práticas para aplicar no dia a dia com sua criança com autismo.

Compartilhe com um amigo ou colega nas mídias sociais a seguir:

Postagens Relacionadas

Como ajudar uma criança com autismo a tomar banho
7 junho, 2019

A hora do banho pode ser um momento divertido e gostaríamos de ajudar você e a sua criança, adolescente ou adulto com autismo nesta tarefa. Leia abaixo algumas ideias e recomendações que podem ser úteis para ajudar uma criança com autismo a tomar banho: Facilite a transição da criança com autismo para […]

Leia mais
Pesquisa comprova que participação dos pais é essencial para a linguagem de crianças com autismo
19 fevereiro, 2018

Os pais podem ajudar a criança com autismo a se comunicar mais A ideia de levar o seu filho ao consultório do fonoaudiólogo ou ao profissional especializado na promoção das habilidades de comunicação de pessoas com autismo e esperar do lado de fora, sem saber o que se passa na […]

Leia mais
Como ajudar pessoas com autismo a lidar com o barulho de fogos de artifício
2 fevereiro, 2018

A equipe da Inspirados pelo Autismo recebeu a seguinte pergunta, ‘Meu filho de 4 anos entra em crise com fogos de artifício. O que posso fazer nesse momento e como posso ajudá-lo a longo prazo?’ Assista ao vídeo com a resposta da psicóloga e consultora da Inspirados pelo Autismo, Giovanna […]

Leia mais
Deixe um comentário
Garotinha com autismo é nova personagem de app criado pela Vila SésamoComo ensinar matemática para crianças com autismo
Todos os comentários ( 4 )
  • Avatar
    Sebastião
    02/12/2015 em 3:50 pm

    Vocês tem alguma atividade programada para Belo Horizonte?

    Resposta
    • Avatar
      Inspirados pelo Autismo
      @Sebastião
      02/12/2015 em 5:11 pm

      Olá Sebastião,Agradecemos pelo seu contato e pelo interesse em nossos cursos. Esclarecemos que realizamos um curso em Belo Horizonte em 2013 e que não temos […] Leia maisOlá Sebastião,Agradecemos pelo seu contato e pelo interesse em nossos cursos. Esclarecemos que realizamos um curso em Belo Horizonte em 2013 e que não temos a previsão de novos cursos em Minas Gerais em 2016.Temos dois novos cursos introdutórios, um Curso sobre Inclusão Escolar em Rio Claro - SP nos dias 25 e 26 de janeiro e um Curso de Módulo 1 no Rio de Janeiro nos dias 04, 05 e 06 de março, ambos com inscrições abertas e com descontos promocionais. Para conhecer a programação dos cursos, por favor, acesse o link a seguir: http://www.inspiradospeloautismo.com.br/cursos-sobre-autismo/Seria um prazer tê-lo conosco em um de nossos cursos!Atenciosamente, Equipe Inspirados pelo Autismo Leia Menos

      Resposta
  • Avatar
    Rosana
    06/06/2017 em 9:28 am

    Amei as dicas! foram bem úteis para meu trabalho. Estou atendendo uma criança com tea de 5 anos e estou na fase do vínculo. […] Leia maisAmei as dicas! foram bem úteis para meu trabalho. Estou atendendo uma criança com tea de 5 anos e estou na fase do vínculo. Vou aplicar o que li hj. Obrigada. Leia Menos

    Resposta
  • Avatar
    maria
    19/07/2018 em 2:58 pm

    amei pois tenho um neto de 5 anos que e autista e quero aprender mais com caso obrigada

    Resposta

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Informativo da Inspirados pelo Autismo

E-mail (obrigatório):

Nome:

Sobrenome:


FamiliarProfissional/ estudante da área de saúdeProfissional/ estudante da área de educaçãoOutro

Próximos cursos da Inspirados pelo Autismo:
Curso dinâmico e prático

“Finalmente encontrei um curso sobre autismo que atendeu minhas expectativas. Foi ministrado numa linguagem acessível, de forma dinâmica e prática, no qual assimilei um aprendizado que já me habilitou a lidar com o autismo.”

Ilza Correia, pedagoga
Curso sobre autismo.
Informações claras

“Informativo, interativo, responsivo e dinâmico. Curso muito organizado, bem estruturado, com informações claras e demonstrações muito sensibilizantes. Aporte teórico demonstrado na prática a todo o momento, facilitando o entendimento.”

Daniele Gomes, coordenadora pedagógica
Curso sobre autismo.
Inovador, prático e inspirador
“Inovador, prático, inspirador, conteúdo bem completo, considerando a amplitude das características do autismo.”
Yvina Baldo, professora e mãe
Curso sobre autismo.
Compreender o mundo do autismo
“Inspirador, me fez compreender o mundo do autismo (do meu filho) melhor, me deu força, esperança e me tirou do papel de expectadora, me abriu portas para um mundo diferente, me fez ter outros olhos e me deu o poder de fazer a diferença na vida do meu filho. Fiquei muito feliz de ter participado do curso e indico para todos os profissionais e familiares de pessoas com autismo.”
Danielle Speranza, mãe
Curso sobre autismo.
Aprender através de atividades prazerosas
“Como uma grande oportunidade de aprender, conhecer e desenvolver nossa sensibilidade de forma com que possamos auxiliar nossas crianças ou adultos com autismo a encontrar prazer em interagir socialmente, em brincar, aprender através de atividades lúdicas, interativas e prazerosas para ambas as partes. Vale a pena! É incrível!”
Fabrícia Corrêa Elias, professora
Curso sobre autismo.
Uma experiência fantástica
“Uma experiência fantástica, rica em conhecimento, informação. Superou minhas expectativas, realmente muito bom e proveitoso.”
Ellen Rolim, fonoaudióloga
Muito esclarecedor e motivador
“Fantástico, muito esclarecedor e motivador. Você sai do curso com vontade de chegar em casa e aplicar tudo que aprendeu.”
Lucia Sangiacomo, mãe